Topo
Control Freak

Control Freak

Categorias

Histórico

No limbo: 8 games empacados que ninguém sabe quando (e se) vão sair

Victor Bianchin

21/08/2019 07h35

Você já ouviu falar em vaporware? É um software ou hardware que foi anunciado, mas nunca de fato lançado. A lista abaixo reúne alguns games que se encaixam nessa descrição, seja porque a prioridade do estúdio mudou, porque a grana faltou ou porque o trabalho pesou.

Se vão sair algum dia ou não, é difícil dizer. Mas que ninguém diga que a gente não reclamou…

1) Dead Island 2

Anunciado em: 2014
Era pra ter saído em: 2015
Vai sair em: Ninguém sabe

Mesmo que tenha sido recebido com reviews mistos, o primeiro Dead Island foi um belo fenômeno de marketing, com seu trailer sensacional cumprindo a missão de gerar hype e garantir pré-vendas. Dead Island 2, a sequência, foi anunciada em 2014 com um trailer igualmente sensacional, mas o projeto só vem ficando mais obscuro desde então.

A desenvolvedora do primeiro game, Techland, iria cuidar de Dead Island 2, mas pulou fora do projeto para fazer Dying Light. O jogo então foi passado para a Yager Development (Spec Ops: The Line), que ficou alguns anos no projeto e depois, em 2015, também caiu fora, passando a bola para a Sumo Digital.

O game foi confirmado como ainda estando em produção nos últimos anos. Porém agora, em agosto de 2019, a publicadora Deep Silver disse que o jogo está sendo desenvolvido por uma quarta empresa, a Dambuster Studios, que por enquanto só tem um game no currículo (Homefront: The Revolution). Parece que vai demorar para que possamos matar zumbis na Califórnia…

2) Deep Down

Anunciado em: 2013
Era pra sair em: 2014
Vai sair em: Ninguém sabe

Este é um jogo da Capcom que foi anunciado junto com o PS4 lá no longínquo ano de 2013, com expectativa para um lançamento em um ou dois anos. Será, supostamente, um RPG com temática medieval. Agora, em 2019, já estamos esperando o PS5 e nada do jogo.

A notícia mais recente que tivemos veio de 2018, quando a Capcom registrou novamente a marca nos EUA. Ela já havia feito isso antes e perdido o nome Deep Down por não ter lançado nenhum produto com ele. A renovação sinalizou aos fãs que o game ainda deve estar em produção.

3) Skull & Bones

Anunciado em: 2017
Era pra sair em: 2018
Vai sair em: 2020 (supostamente)

Este jogo de batalha naval em terceira pessoa é inspirado nos combates marítimos de Assassin's Creed IV: Black Flag e é o primeiro produzido pela divisão de Cingapura da Ubisoft.

Desde o anúncio em 2017, nós já vimos vídeos de trailer e de gameplay que parecem bem promissores, mas o lançamento continua sendo adiado. O jogo deveria sair no final de 2018, depois foi adiado para 2019 e agora está adiado indefinidamente, embora muita gente aposte que a Ubisoft lance o game em 2020.

Além do jogo, Skull & Bones também terá uma série de TV, segundo a conta oficial do Twitter. Quem será que chega primeiro?

4) Beyond Good And Evil 2

Anunciado em: 2008 extra-oficialmente e 2016 oficialmente
Era pra sair em: Sem previsão
Vai sair em: Sem previsão

O primeiro Beyond Good and Evil saiu em 2003, quando muitos dos gamers atuais ainda estavam nas fraldas. Apesar da demora, sempre foi um título querido e a expectativa por uma sequência existe desde 2007, quando os rumores começaram a aparecer. Em 2008, o diretor Michel Ancel deu uma entrevista para uma revista francesa dizendo que a sequência estava em pré-produção.

De lá para cá, foram muitos rumores e informações desencontradas até a Ubisoft fazer o anúncio oficial em 2016. Houve um trailer em 2017 e, em dezembro de 2018, a notícia de que o jogo será totalmente online, sem uma campanha solo para quem não gosta de multiplayer.

Em junho de 2019, a equipe por trás do game fez uma transmissão ao vivo para mostrar artes conceituais. Até o momento, porém, BGAE 2 permanece sem data de lançamento.

5) WiLD

Anunciado em: 2014
Era pra sair em: Sem previsão
Vai sair em: Sem previsão

Já que falamos de Michel Ancel, vale citar este game, que também é dele. WiLD será um jogo de ação pré-histórico em que você tem o simples objetivo de sobreviver. Além de controlar humanos, você também pode usar poderes xamânicos para possuir animais e utilizá-los em sua jornada. Ironicamente, um dos motivos apontados para a demora de WiLD é que Ancel está ocupado trabalhando em Beyond Good And Evil 2.

O jogo está sendo feito pelo estúdio estreante Wild Sheep e contará com uma engine própria – dois fatores que, com certeza, estão dificultando as coisas. Algumas notícias picadas já saíram sobre o game, sendo que a mais recente é deste ano e dá conta de que a licença para a marca foi renovada nos EUA, o que confirma que o jogo não foi cancelado.

6) Star Citizen

Anunciado em: 2011
Era pra sair em: 2014
Vai sair em: Sem previsão

Se tem uma coisa pior do que ficar esperando por anos o lançamento de um jogo é ficar esperando por anos o lançamento de um jogo pelo qual você já pagou. Star Citizen foi financiado pelo Kickstarter em 2011 e tinha a meta de US$ 500 mil. Arrecadou muito mais do que isso, US$ 230 milhões, o que o tornou o maior projeto de financiamento coletivo na história – Star Citizen foi parar no Guinness.

Nos primeiros anos após a campanha, a desenvolvedora Cloud Imperium lançou "módulos" (pedaços isolados do game) para os jogadores, que depois foram agregados em uma versão alpha e bem bugada do título. Outros pedaços foram lançados, mas nada que se compare ao que foi prometido – um game espacial que mistura exploração, combate aéreo e tiro em primeira pessoa com ênfase no multiplayer online.

Em maio deste ano, uma reportagem da revista Forbes disse que o desenvolvimento já gastou a maior parte do valor arrecadado na campanha e que o futuro do título está comprometido. Boa parte dos problemas na Cloud Imperium, diz a matéria, vem do cofundador Chris Roberts, que é muito controlador, direciona investimentos de forma errada e não consegue trazer foco à equipe. Já há muitos apoiadores pedindo reembolso pela grana investida.

De todos os títulos desta lista, Star Citizen, pela ambição desenfreada, é provavelmente o com menos chances de sair.

7) Agent

Anunciado em: 2009
Era pra sair em: Sem previsão
Vai sair em: Sem previsão

Agent foi anunciado na E3 2009 pela Rockstar como "o game de ação definitivo". Apesar da pompa, tudo que o jogo tinha era um logo – e, se não fossem algumas imagens vazadas por um designer em 2015, é só isso que ele teria até hoje. Imagens promocionais, trailers, arte conceitual, nada disso foi revelado ao público em todos esses anos.

Em 2018, foi anunciado que a Take-Two Interactive, dona da Rockstar, havia abandonado o registro da marca nos EUA, o que provavelmente sinaliza que o game foi cancelado de vez. Apesar disso, Agent ainda consta no site da Rockstar como um futuro lançamento para PS3 (isso mesmo, o PS3, e não o PS4). "Agent leva os jogadores a uma jornada paranoica dentro do mundo de contra-inteligência, espionagem e assassinatos políticos no auge da Guerra Fria no final dos anos 1970", diz a descrição.

8) Half-Life 2: Episódio Três

Anunciado em: 2006
Era pra sair em: Sem previsão
Vai sair em: Sem previsão

Em 2006, a Valve anunciou que iria dar continuidade à história de Half-Life 2 com uma trilogia de jogos episódicos pequenos. O Episódio Um saiu em 2006, o Dois em 2007 e o Três está no limbo até hoje. Nos anos seguintes, poucas informações foram divulgadas sobre o jogo e notícias na mídia informavam que talvez o Episódio Três tivesse sido cancelado para dar lugar a uma sequência propriamente dita, ou seja, Half-Life 3, embora isso nunca tenha sido anunciado oficialmente.

No que diz respeito à comunidade, há dois problemas sérios aí. O primeiro é que o Episódio Dois termina com um cliffhanger, ou seja, com uma história inacabada que deveria ser continuada na sequência. O segundo é a percepção de que a Valve abandonou o Episódio Três não por dificuldades criativas ou afins, mas porque resolveu concentrar sua energia em jogos multiplayer que rendem mais dinheiro, como Dota 2 e Counter-Strike. Houve até uma campanha de review bomb em 2017 contra Dota 2 por causa dos atrasos com o Episódio Três.

O review bomb também foi causado, em parte, porque um dos roteiristas de Half-Life, Marc Laidlaw, que havia deixado a empresa em 2016, publicou em seu site um conto chamado "Epistle 3" que parece ser nada menos do que um roteiro para o Episódio Três, só que com os nomes trocados (Gordon Freeman virou Gertrude Freemont, Alyx Vance virou Alex Vaunt, a nave Borealis virou Hyperborea e por aí vai).

O fato é que, a esta altura, é seguro dizer que o Episódio Três provavelmente nunca verá a luz do dia. Já uma possível continuidade da franquia talvez aconteça. Resta esperar a Valve ouvir os fãs…

Sobre o Autor

Victor Bianchin é jornalista, já foi editor da revista Mundo Estranho e escreveu um almanaque de games. Ele tem um Rush de estimação e considera a técnica do button mashing algo subestimado.

Sobre o Blog

Em Control Freak você vai ficar por dentro das curiosidades, bizarrices e polêmicas saudáveis do universo dos games.